• Mateus Lamari

Hipermobilidade Articular e Esporte

Ultimamente muito se tem levantado sobre a questão da pratica de exercícios para a população hipermóvel, mas o que já sabemos? O que ainda precisamos pesquisar?




Sabe-se que o índice de lesões gerais nessa população é alto, com maior risco de inflamações, dor, recaída dos problemas e sequelas, mas por outro lado, atividade física e os fortalecimentos são fortes aliados na recuperação desses casos. Portanto, como devemos prosseguir?


Os estudos comprovam alta taxa de lesões de joelhos em práticas esportivas de contato (futebol, basquete, vôlei, handebol, etc), pois os mecanismos de estabilização dessas articulações (ligamentos, cápsula articular, músculos e tendões) não tem a devida fixação e estruturação dos seus tecidos, não conseguindo agir de maneira correta para funcionalidade e biomecânica local, induzindo lesões.


Ainda em relação ao joelho, a taxa de insucesso das cirurgias é significativa, com diminuição, a curto e longo prazo, de funcionalidade, nível de atividade física, ruptura do enxerto (independente da área de doação), lesões do joelho contralateral, além de agravamento de sintomas psicológicos.


Portanto é necessário, e de extrema importância, a prevenção!

Como começar? Com o diagnóstico correto. Muitas pessoas só descobrem a Hipermobilidade Articular e suas afecções após as lesões.


Se você tem características de muita flexibilidade, dores articulares, lesões musculotendíneas, esses podem ser alguns sinais de Hipermobilidade Articular. Procure um profissional capacitado e que entenda profundamente do assunto, para fazer o diagnóstico. A partir daí, sabendo o nível de Hipermobilidade (dependendo da penetrância do gene), conseguiremos avaliar e sugerir as atividades físicas e esportes que serão praticados de forma saudável, com sua devida frequência e intensidade.


Isso quer dizer que você nunca mais vai poder praticar esportes de contato? Não! Mas talvez com devidas adaptações e restrições, além de acompanhamento com equipe multidisciplinar.

Para mais dúvidas, sugestões e agendamentos, entre em contato pelos nossos números ou redes sociais.


Instagram

Facebook

Youtube

Spotify


Obrigado!

198 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo