• Mateus Lamari

Atendimento Online ou Presencial. Qual Optar?

O atendimento remoto na área da saúde nunca foi o método de primeira escolha na abordagem dos pacientes. Entretanto, diante da situação de pandemia decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2020, vários pacientes optaram por abandonar o tratamento presencial que estavam realizando; seja por medo de sair de casa e contrair o vírus, seja pela situação de lockdown impostas pelas autoridades sanitárias. Portanto, a partir daí surge a necessidade de se pensar em como realizar um bom atendimento on-line, a fim de atender as demandas dos pacientes mesmo sem sair de casa.



Entretanto, ainda há muita resistência por parte dos pacientes nesse tipo de abordagem, muitas vezes devido a preconceitos quanto à eficácia ou a falta de estímulo adequado do atendimento via internet.


Portanto, hoje vamos conversar um pouco sobre o atendimento online.


O atendimento não presencial não difere de nenhum outro atendimento presencial e deve ser realizado em ambiente semelhante a uma consulta formal. Um telemonitoramento de alta qualidade é aquele em que a avaliação, o esclarecimento do diagnóstico, as recomendações para tratamento e evolução são claramente comunicados de acordo com os modelos atuais de melhores práticas de atendimento. É esperado que, ao fornecer atendimentos não presenciais, o profissional esteja registrado na respectiva região do Conselho Regional.


Existe evidência disponível que sugere que os cuidadores estão satisfeitos e confortáveis com intervenções realizadas por meio de atendimentos não presenciais (Chi et al., 2015).

Conforme discutido, os atendimentos não presenciais são importantes como uma forma de apoiar os pacientes no período atual, reduzindo a pressão sobre os cuidados hospitalares, bem como possibilitando o acesso aos cuidados de rotina para os pacientes.


Telemedicina. O Que É?


A telemedicina (junção dos termos “tele” relativo a “longe” e “Medicina”) é o atendimento dos profissionais de saúde feito a distância e que, para isso, utiliza recursos tecnológicos: internet, celular, computador e/ou televisor.


A origem dessa prática pode até parecer recente, mas, na verdade, existe desde a década de 1950.


O primeiro país a adotar o sistema remoto foi Israel. Em outras partes do mundo, os profissionais de saúde também gostaram da ideia e passaram a usar com muita frequência, são os casos dos Estados Unidos e do Canadá.


No Brasil, o conceito de telemedicina ganhou mais notoriedade em março de 2020 — época do início da pandemia causada pelo novo coronavírus.


O Conselho das profissões liberou a prática à distância para todo o país, na tentativa de evitar superlotação em centros de saúde.


Afinal, o paciente pode receber determinadas orientações sem precisar sair de casa.


Como Funciona a Telemedicina?


Agora que você já sabe o que é telemedicina, podemos falar do modo de ação.

No atendimento, o médico e o paciente se comunicam por meio de:


· chamada de vídeo,

· troca de mensagens de texto;

· áudio;

· ligação de telefone.


Assim como em uma consulta presencial, o profissional faz toda a parte das perguntas/anamnese, testes físicos, funcionais, análise detalhada histórica, pedidos de exames, etc.


Além disso, e se necessário, envia os pedidos de exames ou receitas de medicamentos (também por meio online).


Então, tanto o profissional de saúde quanto o paciente entram em um sistema online que direciona ambos para um “espaço virtual” onde poderão se comunicar.


Quais os Benefícios da Telemedicina?


Ao descobrir o que é telemedicina e ao adotá-la no dia a dia, é possível viver muitos benefícios.


Praticidade

A consulta remota oferece mais praticidade às pessoas, uma vez que elas não necessitam sair de casa ou, ainda, deixar o trabalho às pressas para chegar a um consultório.

Muito pelo contrário, basta pegar o celular ou ligar o computador, minutos antes da consulta.


Mais promoção de saúde

A facilidade de procura, aliás, também dá a oportunidade de homens e mulheres cuidarem melhor da própria saúde.


É que muita gente deixa de procurar serviços de saúde quando pensam nas possíveis dificuldades de: marcar o atendimento, se deslocar e, ainda, enfrentar uma sala de espera.


Laudos de Exames Realizados Por Determinados Especialistas

A telemedicina, além de tudo, permite que os exames sejam avaliados e laudados por profissionais de qualquer parte do Brasil.


É uma facilidade que faz com que, por exemplo, um paciente da Bahia consiga a avaliação de um profissional de saúde com maior conhecimento na área, mas que reside e atende em qualquer lugar do Brasil.


Facilidade no Tratamento e Acompanhamento de Pacientes com Condições Crônicas

Os pacientes com condições crônicas, ou seja, doenças com longo período de tratamento e que nem sempre têm cura, precisam de acompanhamento mais frequente.


Nesse caso, o atendimento virtual também ajuda bastante, pois o enfermo não precisa ficar se deslocando, o que, muitas vezes, pode gerar desgaste físico (dependendo do tipo de enfermidade).


Beneficia pessoas com mobilidade reduzida

Para quem tem dificuldade de se locomover, como pessoas com deficiência (PCD) ou pessoas acamadas, a telemedicina é um alívio.


Essa modalidade surge como uma forma de proporcionar atendimento de qualidade e com a segurança e conforto que essas pessoas precisam.


Isso, basicamente, é humanizar e democratizar a saúde para todos os públicos de maneira simples e eficiente.


Como Funciona a Emissão de Laudos à Distância?

Depois que um paciente passa por consulta e realiza os devidos exames, o laudo pode ser emitido, também, a distância.


Nesse caso, o documento é disponibilizado ao paciente por mensagem ou fica guardado em uma plataforma online.


Qual a diferença para a consulta presencial?

A tecnologia proporciona benefícios importantes para os pacientes e profissionais da saúde, oferecendo possibilidades para cuidar da saúde de uma forma inovadora. Mesmo com esse avanço tecnológico, as consultas presenciais são muito importantes em alguns casos.


A principal diferença entre a telemedicina e as consultas presenciais é o fato de que o paciente não precisa se deslocar para ser atendido. Ou seja, utilizando processos da telemedicina, você pode ter consultas em casa, no trabalho ou onde tiver maior disponibilidade.


Entretanto, as consultas presenciais são inevitáveis em algumas situações, especialmente quando o profissional da saúde precisa de uma avaliação criteriosa. Por isso, combinar as duas formas de consulta pode ser uma estratégia eficiente para ter flexibilidade e praticidade nos tratamentos.


Em quais situações as consultas são indicadas?

São feitas indicações para a consulta presencial, quando há necessidade de avaliações precisas, ou até mesmo realização de procedimentos. Já a telemedicina pode ser utilizada para consultas de rotina, retornos e situações em que é preciso apenas ter orientações confiáveis de profissionais da saúde.


Quais as vantagens e desvantagens de cada uma?

Tanto a telemedicina quanto a consulta presencial tem seus pontos positivos e negativos. Sendo assim, para decidir qual alternativa é mais vantajosa, de acordo com sua rotina, é preciso conhecer bem as características de cada uma.

Vejam quais são as principais vantagens e desvantagens dessas duas modalidades:


Consulta presencial

A consulta presencial é o formato tradicional de atendimento ao paciente, é eficaz em especialidades que exigem uma avaliação mais detalhada, pois há o contato direto com o indivíduo para análise direta dos problemas apresentados.

As desvantagens da consulta presencial é a compatibilidade de agendas, possível espera para ser atendido, e processos mais demorados e manuais. A dificuldade de encontrar certas especialidades médicas no tempo que precisa e a demora por resultados também são considerados pontos negativos.


Telemedicina

O objetivo da telemedicina é proporcionar maior proximidade entre os pacientes e profissionais da saúde, otimizando os atendimentos. Trata-se de uma metodologia moderna, que proporciona as seguintes vantagens:


· agilidade nos tratamentos;

· encaixa melhor na rotina;

· reduz os custos para ter atendimentos;

· evita deslocamentos;

· resultados mais rápidos;

· otimiza o tempo do paciente.


Por outro lado, a dificuldade de alguns pacientes em ter acesso à tecnologia e conectividade para realização das consultas é um ponto negativo.


Concluindo...


A decisão de qual tipo de atendimento optar pode ser tomada em conjunto com seu profissional de saúde, ele, após ouvir sua história e queixas, pode sugerir a melhor opção especificamente para o seu caso. Portanto, escolha profissionais experientes e de confiança, sua saúde é a sua prioridade.


Na Clínica Lamari disponibilizamos atendimentos presenciais e online de todos os profissionais de saúde (Médicos, Fisioterapeutas, Fonoaudiólogos, Psicólogos, Terapeutas Ocupacionais, Educadores Físicos, Nutricionistas).


Whatsapp

Instagram

Facebook

Youtube

Spotify

Obrigado!

152 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
001.png