• Mateus Lamari

O Que É Um Laudo?

O laudo médico é uma das peças fundamentais para a concessão dos benefícios por incapacidade permanente ou temporária.

É um documento formal que transcreve o resultado dos exames, observações e testes realizados na avaliação, como testes de força, mobilidade, funcionalidade, testes específicos. Nele, o profissional deve apontar a descrição de todos os elementos encontrados no registro do atendimento.



As observações podem ser resultados normais ou alterações, de acordo com os padrões estipulados pelas leis e normas. Os termos técnicos usados são conhecidos pela classe médica e são utilizados para formar hipóteses diagnósticas. O laudo fornece informações preciosas para a investigação da condição de saúde do paciente e a formulação de hipóteses de diagnóstico, que acaba sendo de extrema importância para casos de auxílio-doença, afastamento do trabalho, carros PcD (pessoa com deficiência), aposentadoria por invalidez, dentre outros benefícios.

Importância do laudo médico para o INSS


O laudo médico é um documento essencial para todos os benefícios que exigem perícia por incapacidade no INSS, seja essa incapacidade temporária ou permanente.

Dos benefícios por incapacidade nós podemos citar como exemplo o auxílio doença, auxílio acidente e até mesmo a Aposentadoria por Invalidez (incapacidade permanente).


É este o documento que comprova que você ainda não está apto para voltar a trabalhar, que não possui condições de retornar ao mercado de trabalho, ou até mesmo, de que sofreu uma redução permanente na sua capacidade de trabalho.

Como funciona um laudo a distância?

A avaliação é realizada normalmente, exatamente como é feita de maneira presencial. Essa consulta gera um arquivo digital, que pode conter imagens, explicações detalhadas, gráficos, referenciados com artigos científicos, que ficam com o paciente para apresentação onde bem achar necessário, com validade em todo mundo.

Os especialistas têm acesso a esse documento para interpretar as informações e gerar um laudo. Ele é então enviado de volta à clínica para adequações e normas, e posteriormente enviado (digital e impresso) para o paciente. Lembrando que tem validade em nível mundial.


Agilidade na entrega


Além de ganhar um padrão em relação ao formato, o laudo via telemedicina também irá tornar mais rápidas as entregas, reduzindo o tempo entre a realização do exame e o retorno do resultado ao paciente.


A maior agilidade é proporcionada pela troca de informações online. Os dados do exame são enviados direto dos aparelhos para a nossa central. Os especialistas que integram a equipe remota podem acessar as informações a qualquer hora e lugar, inclusive por dispositivos móveis. Eles analisam o exame e preenchem os campos necessários para o laudo direto no software, tudo de forma online.


O laudo retorna no mesmo dia ou, em casos de urgência, em até uma hora após o envio do exame. Assim, a clínica pode imprimir o laudo e entregá-lo junto com as imagens e outros dados do exame ao paciente.


Laudo com CID e CIF


CID é a sigla utilizada para Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, se esta sigla aparecer no laudo médico acompanhada de um número, refere-se a classificação da doença ou problema diagnosticado. Geralmente este número é utilizado na medicina do trabalho para não expor ou constranger o trabalhador.


A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde, conhecida como CIF, tem como objetivo geral proporcionar uma linguagem unificada e padronizada como um sistema de descrição da saúde e de estados relacionados à saúde. Ela define os componentes da saúde e alguns componentes do bem-estar relacionados à saúde (tais como educação e trabalho), os domínios são descritos com base na perspectiva do corpo, do indivíduo e da sociedade em duas listas básicas: (1) Funções e Estruturas do Corpo, e (2) Atividades e Participação. Como uma classificação, a CIF agrupa sistematicamente o que uma pessoa com uma doença ou transtorno faz ou pode fazer. Funcionalidade é um termo que abrange todas as funções do corpo, atividades e participação; de maneira similar, incapacidade é um termo que abrange incapacidades, limitação de atividades ou restrição na participação. A CIF também relaciona os fatores ambientais que interagem com todos estes construtos. Neste sentido, ela permite ao usuário registrar perfis úteis da funcionalidade, incapacidade e saúde dos indivíduos em vários domínios.


Nas classificações internacionais da OMS, os estados de saúde (doenças, distúrbios, lesões, etc.) são classificados principalmente na CID-10 (abreviação da Classificação Internacional de Doenças, Décima Revisão) (4), que fornece uma estrutura etiológica. A funcionalidade e incapacidade associadas aos estados de saúde são classificadas na CIF. Portanto, a CID-10 e a CIF são complementares (5), e os usuários são estimulados a utilizar esses dois membros da família de classificações internacionais da OMS em conjunto. A CID-10 fornece um "diagnóstico" de doenças, distúrbios ou outras condições de saúde, e essas informações são complementadas pelas informações adicionais fornecidas pela CIF sobre funcionalidade (6). Em conjunto, as informações sobre o diagnóstico e sobre a funcionalidade fornecem uma imagem mais ampla e mais significativa da saúde da pessoa ou população, que pode ser utilizada para propósitos de tomada de decisão.

A Clínica Lamari fornece atendimento com todos profissionais: Fisioterapeutas, Médicos, Nutricionistas, Fonoaudiólogos, Terapeutas Ocupacionais, Educadores Físicos, etc, sempre de maneira multiprofissional e interdisciplinar. Para saber mais sobre como a telemedicina e os laudos online podem ajudar no seu caso, entre em contato conosco.


Instagram

Facebook

Youtube

Spotify

Obrigado!

125 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo